Menu

Aprovado título de utilidade pública para a Associação José Gabriel da Costa

Aprovado título de utilidade pública para a Associação José Gabriel da Costa

A Assembleia Legislativa aprovou no início da tarde desta quarta-feira (30) o Projeto de Lei nº 333/2016, de autoria do deputado Ezequiel Júnior (PSDC), que declara de utilidade pública a Associação José Gabriel da Costa, sediada em Porto Velho. Inicialmente o deputado Jesuíno Boabaid (PMN), representando a Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR), deu parecer favorável ao projeto, explicando que a matéria está dentro da constitucionalidade e da regimentabilidade.

Após o parecer de Jesuíno, Ezequiel Júnior apresentou no Plenário da Assembleia Legislativa uma justificativa, antes da votação. Ele explicou a ligação da associação com a União do Vegetal (UDV). O parlamentar lembrou que a função da associação, hoje presidida pela Conselheira Jandira Gabriel, é a manutenção do Memorial José Gabriel da Costa. Para isso a UDV adquiriu o terreno onde Mestre Gabriel residia, à rua Abunã, em Porto Velho.

“A ideia do memorial surgiu em 1994, quando o então Mestre Representante do Núcleo Mestre Iagora, o Mestre Máximo, em comum acordo com Mestre Pequenina, viúva do Mestre Gabriel, formalizou à diretoria geral da UDV o desejo de comprar a área onde a sociedade começou”, lembrou o deputado Ezequiel Júnior. O parlamentar citou que a ideia foi acatada, na representação do Mestre Raimundo Monteiro, pelo então presidente da diretoria geral, Mestre Edson Saraiva. “O terreno foi comprado e a diretoria elaborou o primeiro projeto do memorial em 2003, mas a execução não foi possível naquele momento”, acrescentou.

Ezequiel Júnior destacou que, para dar vida ao projeto, foi fundada em Porto Velho a Associação José Gabriel da Costa, tendo como primeiro presidente o Mestre José Carlos Garcia. O segundo presidente foi o Mestre Plínio Martins. O deputado acrescentou que o Memorial José Gabriel da Costa será uma construção em dois blocos, “sendo o primeiro a réplica da casa onde residiu Mestre Gabriel com sua família e onde foi a Sede Geral da UDV enquanto ele estava em matéria”.

O segundo bloco será um prédio com salas para abrigar e disponibilizar o acervo material para estudo e pesquisa a respeito do Vegetal. Nele constará biblioteca, sala multimídia, salão de exposição, livraria, lanchonete e um auditório. A estrutura abrigará o Centro de Estudos e Pesquisas da Ayahuasca, propiciando formação de coordenadores do Memorial José Gabriel da Costa; formação do pessoal administrativo e direção executiva; estudo e aplicação da museotecnia e museologia; e formação e capacitação de monitores nucleares.

Ezequiel Júnior especificou que a implantação do memorial resultará em geração da necessidade de especialidades como restauradores, museólogos, bibliotecários, historiadores, produtores culturais, antropólogos, editores, pedagogos e estagiários. O deputado adiantou que destinou emenda parlamentar de R$ 200 mil para ajudar nos trabalhos da Associação José Gabriel da Costa. O projeto de autoria de Ezequiel Júnior foi aprovado por unanimidade.

voltar ao topo